terça-feira, 9 de agosto de 2011

Nova classe média consome R$ 1 trilhão por ano

A chamada nova classe média já é maioria da população (52% dos brasileiros) e consomem R$ 1 trilhão por ano com alimentos, roupas, educação e serviços. Esse consumo equivale aos PIBs (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) de Portugal, Argentina, Uruguai e Paraguai somados, como mostra uma pesquisa do instituto Data Popular divulgado nesta segunda-feira, 08 de agosto.
O levantamento considera classe C o grupo com renda familiar em torno de R$ 2.295, ou algo entre R$ 323 e R$ 1.388 por integrante. O estudo foi apresentado em evento sobre o tema promovido pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência.
A classe C tem um potencial de consumo maior que as mais ricas, A e B, do topo da pirâmide social. O economista Renato Meirelles, sócio-diretor do instituto, diz que foi criado um novo padrão de consumo para esse grupo.
Os dados mostram que a nova classe média gasta 23% de seus recursos com serviços; 18,6% com alimentação; 8,7% com saúde e beleza; 8,1% com transportes; 5,1% com vestuário; 2% com educação; e 1% com entretenimento.
Segundo o estudo, “uma grande parte da população saiu da pobreza e passou a integrar plenamente o universo do consumo, formando uma nova classe média que se tornou protagonista político”.
Na última década, estima-se que 40 milhões de pessoas tenham ascendido à classe média, que hoje agrupa mais de 104 milhões de pessoas, num universo de 190 milhões de brasileiros. Até 2014, estima-se que serão 114 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário