sábado, 26 de novembro de 2011

Assembléia aprova Plano Plurianual 2012-2015


A Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) aprovou na quarta-feira, 24, o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015. Emenda que tentou incluir o piso nacional dos professores como prioridade de investimento foi rejeitada. Uma das únicas concessões feitas em plenário foi o acréscimo de R$ 3,5 milhões nos recursos de Segurança para pagamento de policiais em 2012, sendo R$ 2 milhões para delegados. O PPA é a lei estadual que estabelece os programas do governo para quatro anos. O 2012-2015 abrangerá os próximos três anos do mandato de Simão Jatene (PSDB) e o primeiro do seu sucessor.
A função da lei é servir de norte para o planejamento das ações que garantam o crescimento econômico e social do Estado. Pela proposta aprovada ontem, o orçamento estadual acumulado em quatro anos será de R$ 71,5 bilhões.
O valor considera uma projeção de arrecadação de R$ 28,9 bilhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e recebimento de R$ 14,8 bilhões através do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

Fonte: http://www.orm.com.br/oliberal/

2 comentários:

  1. Como sempre nós ficamos por último plano...quando é que educação vai ser prioridade nesse paí?Triste ;((Ariana Pessoa)

    ResponderExcluir
  2. Isso se o Pará continuar íntegro, não? Se dividir o território, também precisaremos dividir o orçamento, abdicar dos royalties minerários e ICMS pago sobre as compras das mineradoras, suas colaboradoras e funcionários.

    ResponderExcluir