quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Representante do CORECON-PA é o único da Amazônia no COFECON

O Presidente do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará (CORECON-PA), o economista Eduardo Costa, foi eleito por economistas de todo o país ao cargo de Conselheiro Federal, sendo o único representante da Amazônia no Conselho Federal de Economia (COFECON). Com mandato de duração de três anos (2012 – 2014), a eleição foi realizada no dia 01 de dezembro durante a Assembléia de Delegados Eleitores, em Brasília.

 
 
Eleitos pelo Colegiado, os economistas que atuarão como Conselheiros Efetivos são: Antônio Eduardo Poletti (SP), Eduardo José Monteiro da Costa (PA), Fabíola Andréa Leite de Paula (RN), Julio Alfredo Rosa Paschoal (GO), Roridan Penido Duarte (MG) e Wellington Leonardo da Silva (RJ). Já como Conselheiros Suplentes atuarão os economistas Antônio Eduardo Nogueira (PR), Carlos Henrique Tibiriçá Miranda (RJ), Júlio Flávio Gameiro Miragaya (DF), Lourival Batista de Oliveira Junior (MG), Nei Jorge Correia Cardim (BA) e Paulo Roberto Lucho (RS).

Como funciona a eleição?

A Assembléia de Delegados Eleitores é realizada todos os anos para escolher os novos conselheiros federais. Quando os economistas elegem seus conselheiros regionais (normalmente no mês de outubro), cada chapa tem também dois candidatos que aparecem como delegados eleitores (um efetivo e um suplente). Estes delegados vão à Assembléia e, de acordo com a quantidade de economistas adimplentes em seu Conselho Regional, possuem uma quantidade específica de votos. A proporção é de um voto para cada cem economistas, até o limite de 2.000 profissionais; e acima deste limite, um voto para cada duzentos economistas. Desta forma, cada delegado eleitor tem um total de votos proporcional à quantidade de economistas que representa.


Texto: Andressa Ferreira – Assessora de Comunicação do CORECON-PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário