quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Plenária Empossa Nova Diretoria do CORECON-PA para 2012

Os economistas Antônio Ximenes e Marcus Holanda foram eleitos com 100% de aprovação como Presidente e Vice-Presidente, respectivamente para a gestão de 2012 do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará (CORECON-PA) na 1ª Reunião Plenária Ordinária, presidida pelo Conselheiro Efetivo com registro mais antigo, o economista Oberdan Duarte.
Quanto à renovação do terço de Conselheiros do Plenário relativo ao triênio 2012-2014, foram empossados durante a reunião os Conselheiros Efetivos, os economistas, Antônio Ximenes, Nélio Bordalo e Lúcia Bahia e os Conselheiros Suplentes, os economistas João Tertuliano, Erick Douglas e Pablo Damasceno.


Durante seu discurso, Antônio Ximenes ressaltou a importância de manter o trabalho que vem sendo realizado durante as duas últimas gestões presididas pelo economista Eduardo Costa, que incluiu e posicionou a categoria quanto a temas importantes para a atuação profissional do economista e polêmicos que afetassem a sociedade paraense.
O novo Presidente do CORECON-PA também enfatizou a sua pretensão em desenvolver ações e atividades junto ao Sindicato dos Economistas (SINDECON-PA) no sentido de promover a elevação do profissional economista no setor público e administração indireta, mas também de fiscalizar e enquadrar na forma da lei exercício ilegal da profissão. Com quase 25 anos de carreira, o novo Presidente do CORECON-PA tem experiência em Gestão de Empresas e como Instrutor de Elaboração e Avaliação de Projetos e Investimento e, atualmente exerce suas atividades no Banco da Amazônia.
Na ocasião, o Vice-Presidente pontuou os quatro principais desafios que norteiam as prioridades da atual gestão: divulgar a profissão, valorizar os economistas, promover a qualificação e atualização profissional e dar continuidade as ações de lazer e solidariedade, através do “Dia do Economista Sem Stress” e do “Projeto CORECON Solidário” que doou somente no ano de 2011 mais de 2 toneladas de alimentos não perecíveis as instituições de caridade.
Marcus Holanda ressaltou ainda a importância de uma agenda de trabalho, no sentido de possibilitar a identificação da forma de desempenho do profissional e o efeito de sua atuação no Estado. Com experiência em Elaboração e Análise de Projetos, o Vice-Presidente do Conselho atua como Coordenador da Comissão de Valorização Profissional do CORECON-PA e como Coordenador do Núcleo de Planejamento da Defensoria Pública do Estado.


 Durante o seu discurso, o Ex-Presidente do CORECON-PA, o economista Eduardo Costa, fez um breve relato de seus compromissos de trabalho executados durante os dois anos que esteve à frente do Conselho, bem como das dificuldades enfrentadas durante a gestão. Eduardo Costa representará a Amazônia no Conselho Federal de Economia (COFECON), ao assumir a partir de fevereiro o cargo de Conselheiro.
Na reunião também foi definida a formação das comissões técnicas do CORECON-PA para 2012: Comissão de Licitação, Comissão de Tomada de Contas e Comissão de Registro. Foram definidas também as comissões extras formadas por economistas e funcionários do Conselho: Comissão de Controle de Patrimônio, Comissão de Economistas Projetistas, Comissão de Valorização Profissional, Comissão de Assuntos Estratégicos, Comissão do Economista do Futuro, Comissão para a Realização do ENAM, Comissão para a Semana do Economista e Comissão para Revisão do Regimento Interno.


Fonte: Assessoria de Comunicação do CORECON-PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário