terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Presidência e Conselheiros do CORECON-PA são empossados durante solenidade


O Conselho Regional de Economia do Estado do Pará – 9ª Região (CORECON-PA) realizou na noite da última sexta-feira (27/01), a cerimônia de posse de sua presidência para o ano de 2012, bem como do novo terço de conselheiros efetivos e suplentes eleitos para o triênio 2012/2014.  O evento realizado no auditório Albano Franco da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA) contou com a participação de diversas autoridades, empresários, profissionais da área, executivos, consultores e acadêmicos.


 Durante a solenidade, compuseram a mesa de honra o Presidente do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará (CORECON-PA), o economista Antônio Ximenes Barros; o Ex-Presidente do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará (CORECON-PA) e Conselheiro Federal, o economista Eduardo José Monteiro da Costa; o Secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF), o economista Sérgio Roberto Bacury de Lira; o Vice-Presidente da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), Nilson Monteiro de Azevedo; o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região e Conselheiro do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, José Maria Quadros de Alencar; o Vice-Presidente Industrial da Associação Comercial do Pará (ACP), Clóvis Carneiro; o Diretor Administrativo e Financeiro do Sindicato dos Economistas do Pará (SINDECON), Hélio Santana Mairata e o Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Alex Bolonha Fiúza de Mello, que na ocasião proferiu a palestra sobre o desenvolvimento da economia paraense, intitulada “Os Desafios para o Desenvolvimento do Estado do Pará”.
Durante o seu discurso, o Presidente do CORECON-PA, o economista Antônio Ximenes, fez um breve relato sobre a profissão do economista e chamou a atenção para o processo de retração da profissão com fechamento do curso de economia nas faculdades particulares devido a baixa demanda.


 “Sabemos que o curso de economia é um dos cursos das ciências humanas que mais exigem dos aspirantes à profissão, mas aquele que de fato tem vocação e compromisso supera as dificuldades e faz carreira na profissão. Este recado é para os jovens estudantes de economia, digo isso por que o quadro de economistas do Pará não está se renovando na escala que precisa se renovar, porém é válido ressaltar que o mercado privado e o setor público precisam hoje e precisarão sempre do economista, por este ser o profissional que estuda para conhecer e interpretar os cenários da atividade econômica e planejar desenvolvimento”, enfatizou Antônio Ximenes.
O novo Presidente aproveitou a oportunidade ainda, para apresentar o plano de trabalho para o ano de 2012, que tem como foco a necessária prestação de serviço aos economistas e a sociedade e solicitar o apoio de seus parceiros institucionais e da sociedade civil organizada. “As últimas gestões do CORECON-PA têm enviado esforços para elevar o reconhecimento da profissão do economista junto à sociedade paraense e tem contribuído com o SINDECON-PA para que faça o mesmo. É com esta missão que a gestão que ora assume está comprometida em continuar e para cumpri-la, selecionamos como ferramenta de ação quatro linhas de trabalho: divulgação da profissão economista, valorização da profissão, qualificação e atualização profissional e ação social e lazer”.


Segundo o Vice-Presidente, o economista Marcus Holanda, a maior presença do Conselho em várias instâncias de promoção ao desenvolvimento do Estado é papel fundamental que vem sendo desenvolvido pelo CORECON-PA, através de Comissões Técnicas de trabalho que otimizam e potencializam a atuação por temática e pela disponibilidade de cada membro em colaborar com as ações. “Nossas reuniões são quinzenais, nos horários após as 18h, nas salas de reunião do CORECON-PA, sempre com a participação de instituições parceiras e estratégicas para desenvolver ações recíprocas em prol do fortalecimento de nossas instituições e das políticas de desenvolvimento do Estado”, ressaltou.
Marcus Holanda lembrou ainda, que “na agenda de trabalho elaborada através de evento de Planejamento Estratégico do Conselho estão, por exemplo, a maior interação com a sociedade no tangente a questões sociais pela elaboração de projetos para o terceiro setor com orientação gratuita pelos economistas voluntários do CORECON, além da promoção das grandes discussões econômicas como a implantação de usinas hidrelétricas no Estado, grandes obras de infraestrutura de transporte e logística na região, Lei Kandir, Políticas Fiscais, Política Industrial do Estado, além de instrumentos de Planejamento como Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias, Lei  Orçamentária Anual e Planejamento Estratégico, além de mercado de trabalho para o profissional economista”.


 Foram convidados para assinar o termo de posse, o Presidente Antônio Ximenes Barros, o Vice-Presidente Marcus Vinícius Gomes Holanda. Em seguida foram convidados os Conselheiros Efetivos Antônio Ximenes Barros, Nélio Geraldo Bordalo Filho, Maria Lúcia Bahia Lopes e os Conselheiros Suplentes João Tertuliano de Almeida Lins, Erick Douglas Dias da Costa e Pablo Damasceno Reis, os quais concorreram aos cargos pela Chapa “Consolidando Conquistas”. Na ocasião, os novos dirigentes do CORECON-PA receberam das mãos das autoridades presentes na mesa os seus respectivos certificados de posse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário