sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

COFECON realiza Sessão Plenária ampliada em Brasília

O Conselho Federal de Economia realizou nos dias 10 e 11 de fevereiro sua 638ª Sessão Plenária. Além dos conselheiros federais, compareceram também os presidentes dos Conselhos Regionais de Economia, que se reuniram em separado no dia 10. No dia 11 a reunião foi conjunta.


O plenário aprovou o plano de trabalho da presidência, com quatro grandes áreas de atuação: fiscalização, registro, planejamento estratégico e valorização profissional. Entre os projetos apresentados no plano de trabalho estão: aperfeiçoamento da Lei 1.411/51, bem como da consolidação da legislação profissional do economista; projeção e fortalecimento da imagem do economista; programas para melhorar os níveis de inscrições e adimplência nos CORECONs; despachos executivos; capacitação de funcionários do Sistema COFECON/CORECONs, bem como aperfeiçoamento da estrutura administrativa; disseminação da técnica econômica (por meio da Comissão de Acompanhamento da Política Econômica e do Prêmio Brasil de Economia); relacionamento com os estudantes e a academia; entre outros.

SINCE terá nova sede

Após confirmar-se a desistência do CORECON-CE de organizar o Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (Since), foi permitida a inscrição de CORECONs que se dispusessem a assumir a realização do evento. O Presidente do CORECON-MG,Cláudio Gontijo, após justificar que o Encontro dos Economistas de Língua Portuguesa está previsto para realizar-se  neste ano em Belo Horizonte, entendeu que seria positiva para o sistema COFECON/CORECONs a realização dos dois eventos na mesma oportunidade. O assunto será levado ao plenário do CORECON-MG.
Foi aprovado o calendário de eventos do COFECON para o ano de 2012 com as seguintes atividades:

FEV
09
Solenidade de Posse da Presidência e Conselheiros Federais
Brasília - DF
10 e 11
638ª Sessão Plenária Ordinária Ampliadado Conselho Federal de Economia
MAR
30 e 31
639ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Economia
Brasília - DF
JUN
6 a 8
VI ENAM – Encontro de Entidades de Economistas da Amazônia Legal
Belém - PA
9
640ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Economia
JUL 
26 e 27
XXVI ENE – Encontro de Entidades de Economistas do Nordeste
João Pessoa - PB
28
641ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Economia
AGO
02 e 03
VII ENESUL – Encontro de Economistas da Região Sul
Porto Alegre - RS
23 a 25
Encontro de Economistas da Região Centro-Oeste
Brasília - DF
SET
5 a 7
Workshop dos Gerentes, Assessores Jurídicos, Fiscais e Contadores do Sistema COFECON/CORECONsSimpósio dos Conselhos Regionais de EconomiaII Gincana Nacional de EconomiaXVIII Prêmio Brasil de Economia e Personalidade Econômica do Ano
Belo Horizonte – MG
(Previsto)
8
642ª Sessão Plenária Ordinária Ampliadado Conselho Federal de Economia
NOV
 28 e 29
643ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Economia
Brasília – DF
30
Assembleia de Delegados Eleitores
DEZ
14 e 15
644ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Economia
Brasília – DF

Convênio com Ministério
Foi apresentada proposta de convenio a ser assinado com o Ministério da Educação (MEC), que permitirá que o COFECON indique especialistas para emitir pareceres sobre os projetos pedagógicos dos cursos de Economia em fase de regulação. O assunto será analisado pela Comissão de Educação COFECON, que discutirá os detalhes dos procedimentos em reunião com o MEC.

Sistema COFECON/CORECONs
O plenário do COFECON também permitiu o parcelamento de débitos do Programa de Ação Imediata (PAI), realizado em 2009, por parte dos CORECONs de Sergipe e Maranhão. Os débitos são referentes a pendências na prestação de contas. O programa liberava uma verba de até R$ 20 mil para que os Regionais utilizassem em tecnologia da informação, fiscalização e capacitação profissional.

Questões discutidas pelos presidentes de Regionais
Ao mesmo tempo em que se realizava a Sessão Plenária, os presidentes de Conselhos Regionais de Economia estavam reunidos em outra espaço, sob a direção do vice-presidente do COFECON, Kanitar Aymoré Saboia Cordeiro. Várias sugestões foram levantadas para a discussão conjunta  no plenário.
Foram propostas pelos Regionais questões como a Anotação de Responsabilidade Técnica e sua regulamentação,  a situação das execuções fiscais diante da Lei 12.514/2011, a melhoria da comunicação entre o COFECON e os CORECONs, a possibilidade de criar um programa que permita a aquisição de imóvel para Regionais que ainda não têm sede própria, a reavaliação das devoluções por não utilização dos recurso do programa PAI.  O VI Encontro de Entidades de Economistas da Amazônia Legal (ENAM) e a situação do CORECON-RR.
Dentre os assuntos  levantados pelos presidentes, alguns se destacaram. Um deles, defendido pelo presidente do CORECON-RS, Geraldo Pinto Rodrigues da Fonseca, refere-se à necessidade de exigir que os editais de concursos públicos destinem aos economistas (e não aos profissionais de nível superior em qualquer área, como ocorre hoje) os cargos cujas atribuições são inerentes ao campo de trabalho deste profissional.
O presidente do CORECON-SP, Manuel Enríquez García, falou sobre os cursos gratuitos de capacitação oferecidos pelo CORECON-SP para os formandos e colocou-se à disposição dos Regionais para enviar vídeos e aulas. Falou também sobre a realização de pesquisa sobre o grau de empregabilidade da profissão (abrangendo mais de 18 mil economistas). Colocou à disposição de todos os CORECONs a TV Economista, importante instrumento de valorização profissional por meio da divulgação de vídeos, palestras e fóruns de debates.

Fonte: Manoel Castanho – Jornalista COFECON


Nenhum comentário:

Postar um comentário