segunda-feira, 19 de março de 2012

Debate do Programa Cidades Sustentáveis sobre mobilidade urbana

Acabei de chegar do debate do Programa Cidades Sustentáveis sobre mobilidade urbana. Ficou muito claro que este é um ponto crítico em nossa cidade. A mobilidade urbana interfere diretamente na qualidade de vida e hoje por falta de intervenções estruturais, concretas e definitivas vemos a cada dia a nossa qualidade de vida piorar.
Qualquer intervenção na área de mobilidade, trânsito, transporte público e acessibilidade deve considerar:
·   A necessidade do debate público e da transparência das ações;
·   A questão da integração dos vários modais;
·   A necessidade de mudarmos o padrão de transporte automotivo, para o uso de transportes públicos coletivos com conforto e qualidade;
·   A necessidade de olharmos para a Região Metropolitana e não somente para Belém;
·   O estudo da viabilidade de implantarmos em Belém o veículo leve sobre trilhos ou o metrô de superfície ou o monotrilho;
·  A valorização em curtas distâncias do uso de bicicletas, sendo para isto fundamental a construção de verdadeiras ciclovias;
·    A relação entre preço e qualidade dos serviços;
·   A necessidade de viabilização de eixos estruturantes, de fácil acesso e rápido tráfego.

Um comentário:

  1. A necessidade da comunidade de implantação de um novo sistema de mobilidade urbana se faz indispensável e,que essa implantação se faça de forma apolítica, honesta, moral e ética (em todas as etapas). Pergunto: Temos gestores que obedeçam essas características em conjunto?

    ResponderExcluir