segunda-feira, 30 de abril de 2012

Banco da Amazônia poderá ser incorporado ao Banco do Brasil


Corre notícia oficiosa de que está ganhando força o movimento de incorporação do Banco da Amazônia (BASA) pelo Banco do Brasil. Na última sexta-feira participei de reunião com os representantes da Associação dos Empregados do BASA (Aeba), com representante do Sindicato dos Servidores do Banco, com o Presidente do Conselho Regional de Economia, o economista Antonio Ximenes, e com o Deputado Federal Arnaldo Jordy. Como encaminhamento da reunião foi deliberado à realização de uma audiência pública na Câmara Federal sobre o tema e a realização de um seminário em Belém do Pará para esclarecer o assunto.
A sociedade paraense a os amazônidas não podem deixar isto acontecer. Podemos ter inúmeras críticas quanto ao funcionamento do BASA que hoje vive uma séria crise de identidade, não funcionado adequadamente como instituição de fomento ao desenvolvimento da região. Mas o fato do BASA não conseguir executar com eficiência a sua missão não quer dizer que devamos aceitar a sua incorporação por um Banco que apesar de público funciona pela lógica de mercado do sistema financeiro. Este fato é consequência sem dúvida de uma falta de visão estratégica do país para a Amazônia, da falta de uma visão crítica sobre si mesma da sociedade amazônica e da falta de visão estratégica como instituição de fomento ao desenvolvimento do BASA. Para o bem da Amazônia o BASA não deve ser incorporado pelo Banco do Brasil e sim ter um choque de gestão capaz de reposicionar a sua visão estratégica ante aos desafios de desenvolvimento da Amazônia!

Um comentário:

  1. Isso é mais uma prova de que não somos respeitados. A história é bem clara em demonstrar o quanto somos deixados de lado, não podemos ficar alienados e anestesiados a tais imposições de alguns poucos.


    B.P

    ResponderExcluir