quinta-feira, 31 de maio de 2012

Belém é a pior do país em infraestrutura


Recentemente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados de uma pesquisa elaborada sobre infraestrutura que deixariam qualquer morador crítico da Cidade de Belém literalmente estarrecido. De acordo com a pesquisa “Características urbanísticas do entorno dos domicílios”, realizada com base no Censo Demográfico de 2010, estamos no final da fila! Belém é a capital brasileira com os piores indicadores de infraestrutura urbana. Ficamos na lanterna da pesquisa em oito dos dez indicadores levantados.
De acordo com o estudo 44,5% dos domicílios particulares de Belém possuem esgoto a céu aberto e 10,4% das residências apresentam situação crônica com o acúmulo de lixo. Somos também os piores em iluminação pública (93,7% das residências) e pavimentação asfaltica (69,8% das ruas). Além disto, chama a atenção o fato de que apesar de nossa cidade estar situada em plena Região Amazônica, somos a capital com a menor taxa de arborização, apenas 22,4%.
O que chama mais a atenção é que nossos dados são significativamente piores de cidades com orçamentos, populações e características similares a nossa, como São Luís e Manaus. Daí não há como não fazer relação com a qualidade da gestão pública em nosso município. Pagamos um preço muito alto por estarmos negligenciando o Plano Diretor Urbano, o Código de Posturas do Município, a Lei Orgânica Municipal, e por não implementarmos uma gestão moderna e eficiente em nossa cidade. Aos moradores de Belém só cabe o lamento... 

Um comentário:

  1. Professor, aproveitando este post queria lhe mostrar este vídeo. Acho que é um belo exemplo de negociatas entre empreiteiras e estado.

    http://www.implicante.org/blog/video-exclusivo-o-rolo-do-governador-do-ceara/

    ResponderExcluir