sábado, 12 de janeiro de 2013

Para reflexão: um povo cúmplice

“O cidadão que elege um político corrupto não é vítima, é cúmplice” – Eduardo Costa

Um comentário:

  1. Cumplicidade devido a trocas, valores muitas da vezes pequenos e passageiros.

    ResponderExcluir