sábado, 14 de setembro de 2013

As hidrelétricas de Marabá e as condicionantes prévias


Enquanto a maior parte de nossa atenção está voltada para a construção da UHE de Belo Monte, o projeto de aproveitamento hidroelétrico de Marabá está caminhando a passos largos, porém preocupantes para a população do estado do Pará. A UHE de Marabá começou a ser discutida no ano de 2005. Tem previsão de capacidade instalada de 1.850 Megawatts, um custo estimado da ordem de R$ 12,3 milhões, com um impacto previsto para cerca de 12 municípios do estado do Pará, Maranhão e Tocantins.
Após ter os estudos de impacto ambiental e o relatório de impactos no meio ambiente (EIA/RIMA) consolidados pelo IBAMA, salta aos olhos a não inclusão no projeto de eclusas e a não inclusão de condicionantes sociais no entorno do projeto. Se realmente for assim, torna-se patente a visão colonizadora da federação brasileira sobre o estado do Pará. Aos olhos de fora somos e continuaremos sendo mero “almoxarifado”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário