terça-feira, 14 de julho de 2015

Governo estuda cobrar consumidor por perdas das hidrelétricas?


A informação divulgada no dia de ontem de que o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, está estudando a possibilidade de repassar para o consumidor o ônus com o déficit na produção de usinas hidrelétricas quando ele for maior que 10%, é no mínimo preocupante.
Pela informação circulante o ministro está em negociação com os agentes do setor elétrico sobre o assunto e já na próxima semana o governo federal deverá ter uma posição concreta sobre o tema.
Para quem não lembra, em junho o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, estimou que o déficit financeiro das hidrelétricas devido à seca terá impacto ainda maior no segundo semestre em função da estratégia adotada pelas empresas para distribuir a energia comercializada ao longo do ano. O executivo indicou que o resultado da alocação de energia feita pelas empresas, um processo chamado de "sazonalização", faz com que a diferença entre a geração e os contratos de venda das usinas fique maior na segunda metade do ano, período em que o nível dos reservatórios tende a uma trajetória de retração. Desta forma, para cumprir com os compromissos, as geradoras precisam contratar energia mais cara no mercado de curto prazo.
Ao que tudo indica, a conta poderá recair mais uma vez nos consumidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário