segunda-feira, 30 de maio de 2016

Alguns dados do Mapa da Exclusão Social 2016


Na semana passada a FAPESPA divulgou o Mapa da Exclusão Social 2016. Apesar de o assunto ter tido ampla repercussão na mídia, entendo que os principais pontos não foram devidamente enfatizados. Conforme o estudo, mais de 457 mil pessoas saíram da linha da pobreza no estado do Pará entre 2008 e 2014. Surpreendeu positivamente, na análise dos dados, o fato de que parcela significativa deste movimento decorreu da dinâmica do mercado de trabalho. Neste período, a população ocupada cresceu 6,5%, e a renda, seja da população formal ou informal, cresceu 13,40%. Contudo, foi no setor formal, com um incremento de 35,76% da população ocupada, que houve o maior aumento na renda, de 27,5%.
Adicionalmente, chama atenção o fato de que a maior parte desta mobilidade social (70%) aconteceu no interior do estado, como resultado da dinâmica econômica decorrente de alguns investimentos que aconteceram nos últimos anos.

Esses e outros dados podem ser consultados na página da Fapespa: http://www.fapespa.pa.gov.br/produto/mapas/57 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário