segunda-feira, 18 de julho de 2016

S11D - Um dos maiores projetos de extração mineral do mundo




Um total de 2.600 oportunidades de emprego mediante uma produção de 90 milhões de toneladas/ano de minério de ferro, gerando um lucro superior a US$ 1 bilhão/ano. Esses são os números previstos no Projeto S11D, localizado no município de Canaã dos Carajás, sudeste do estado do Pará, com início de operação marcado para os próximos meses.
Este é apenas um dos investimentos que serão apresentados, em breve, no meu projeto intitulado "Mostrando o Pará". Ao todo, o S11D demandou um volume de investimento da ordem de US$ 19,5 bilhões, dos quais US$ 8,1 bilhões diretamente na mina e usina e outros US$ 11,4 bilhões em infraestrutura de apoio, incluindo o prolongamento da Estrada de Ferro de Carajás de Parauapebas até a mina.



A previsão da Vale é de que, no pico da operação, prevista para 2019, sua produção atinja a marca de US$ 230 milhões de toneladas/ano somente no estado do Pará, dobrando o volume que foi produzido no ano de 2011.
Para se ter ideia da mudança da dinâmica social em função da obra, o município de Canaã dos Carajás, que, em 2010, tinha uma população de 26 mil habitantes, de acordo com estimativas da FAPESPA, atingiu 58 mil habitantes em 2015.



Agradeço ao Gerente de Sustentabilidade do projeto, Leonardo Neves, que me recebeu muito bem nessa visita, realizada na última quinta-feira. Fiquei impressionado não só com o projeto, mas, também, com as mudanças na cidade. Desde 2011, a última vez em que visitei o município, pude perceber que as transformações foram significativas.

Fotos: João Thiago Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário