quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Reforma política - "passos de tartaruga"


O debate da Reforma Política, entendida por alguns como a "mãe de todas as reformas", se arrasta a passos de "tartaruga" no Congresso Nacional. E a demora no encaminhamento de um sério projeto de emenda constitucional sobre o tema abre espaço para o desvirtuamento do processo.

Ontem o presidente do PSD, ministro Gilberto Kassab, propôs a criação de um fundo especial para financiamento público de campanhas políticas na ordem de R$ 3,2 bilhões, que se somaria ao já existente Fundo Partidário da ordem de R$ 800 milhões.

Essa tenebrosa medida me parece no mínimo inoportuna, principalmente num período no qual há uma generalizada crise fiscal. Este ano, o déficit público da União será superior a R$ 170 bilhões. Mais uma vez, alguns políticos caminham na contramão da opinião pública e da necessidade do país.

Precisamos de menos dinheiro para partidos políticos e de mais dinheiro para saúde, educação e ciência e tecnologia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário