terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Pará tem o terceiro maior saldo da balança comercial brasileira

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (FAPESPA), em cooperação técnica com o Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), lançou na noite de ontem, 20, o Boletim do Comércio Exterior Paraense de 2016. Os dados mostram que o Pará teve o terceiro maior saldo da balança comercial brasileira, com US$ 9,407 bilhões. Destaca-se que enquanto o Brasil apresentou retração no valor das importações e exportações, o Pará teve incremento em ambos.

De acordo com o Boletim, o Brasil teve um saldo comercial de US$ 47,683 bilhões, o que foi resultado do comportamento da balança comercial das Unidades Federativas, que em sua maioria encerrou 2016 com saldo positivo. O Estado do Pará ficou atrás apenas dos estados de Minas Gerais, com saldo de US$ 15,366 bilhões, e Mato Grosso, com US$ 11,401 bilhões. Em comparação com o ano de 2015, o saldo paraense em 2016 foi 0,86% maior, devido à elevação das exportações em 2,32% e das importações em 16,81%.

O Boletim traz o detalhamento dos principais produtos exportados pelo Estado do Pará, com destaque para o “minério de ferro bruto”, entre os produtos minerais, com crescimento de 20,58%; e entre os produtos não tradicionais, a “carne de bovinos”, com aumento de 13,48%. Entre os produtos tradicionais, o item “peixes” teve aumento de 11,84% nas exportações, enquanto os principais do grupo, que são “madeira” e “pimenta”, registraram redução nas exportações. Em 2016, o Pará exportou US$ 10,511 bilhões.

Entre os principais destinos dos produtos exportados pelo Pará estão a China, o Japão, a Alemanha, a Holanda e o Canadá, que totalizam 54,19% de todo o valor exportado pelo estado em 2016. Os municípios que lideram as exportações no estado são: Parauapebas, Barcarena e Marabá.





Nenhum comentário:

Postar um comentário