quarta-feira, 10 de maio de 2017

Polo Científico-Tecnológico do Mar e Petróleo de Salinas recebe investimento de R$ 20,8 milhões

O Polo Científico-Tecnológico do Mar e Petróleo, localizado no campus da Universidade Federal do Pará (UFPA) de Salinópolis, recebeu um montante de 20,8 milhões de reais em investimentos por meio do convênio feito pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela UFPA. Estive presente na reunião solene de apresentação do polo, que foi realizada na segunda-feira, 8 de maio, na UFPA de Salinas, com a presença de membros da comunidade acadêmica, empresários, autoridades, servidores, representantes do poder público municipal e de órgãos ligados à ciência, tecnologia e meio ambiente.




O campus da UFPA em Salinópolis, que atualmente está em área provisória cedida pela prefeitura, vai funcionar em um terreno de 12.282 metros quadrados – cerca de 30 hectares – na Rodovia PA-444, no bairro Atalaia. Fazem parte dele o Instituto de Ciência e Tecnologia de Mar e Petróleo e a Casa da Cultura Fonte do Caranã, espaços que vão promover o ensino, pesquisa e extensão e a relação da instituição com a comunidade.

Com a implantação do polo nós teremos a consolidação de Salinópolis como uma cidade turística, mas com um polo universitário. Isso vai fazer com que tenha uma indução no desenvolvimento regional na economia do município. Serão aproximadamente mil alunos nos cursos de graduação e pós-graduação. Com isso estamos fazendo com que Salinópolis se torne uma cidade criativa e que vai gerar conhecimento em áreas que o estado ainda não tem.

Após a reunião de apresentação do projeto, fui guiado pelos pesquisadores da UFPA campus Salinópolis em uma visita técnica à Fonte do Caranã, local de implantação da Casa de Cultura. Em um terreno de 27m x 30m doado pela Prefeitura Municipal de Salinópolis, localizado no centro da cidade, o local servirá para pesquisa e promoção de atividades comunitárias nas áreas econômico-social e histórico-cultural, visando a integração da Universidade com a comunidade local.tA programação encerrou com a visita ao local onde está situado o lote de 30 hectares para a implantação do campus universitário de Salinópolis. A área onde será construído o novo campus está localizada próximo ao Atalaia. Neste espaço, também será instalado o Polo Científico Tecnológico do Mar e Petróleo. A programação encerrou com a visita ao local onde será implantado o campus universitário de Salinópolis, no Atalaia. 




Agradeço a recepção feita pelos pesquisadores da UFPA de Salinópolis, dentre eles, os professores Carlos Alberto Dias, assessor da reitoria UFPA para a implantação do projeto; José Geraldo Alves, coordenador do convênio para a implantação do polo; e Susana Vinzon, coordenadora da implantação do curso de Engenharia Costeira e Oceânica!




O investimento no Polo Científico-Tecnológico do Mar e Petróleo de Salinas também foi destaque na Agência Pará. Confira AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário