sexta-feira, 6 de abril de 2018

NOTA SOBRE A SAÍDA DA PRESIDÊNCIA DA FAPESPA

Hoje deixo a Presidência da FAPESPA. A deixo com sentimento de dever cumprido, foram um pouco mais de três anos de intensa dedicação a produção de dados, estudos e sistemas de informações com o objetivo de subsidiar o processo de planejamento público e o controle social, e de ações de fomento e amparo a pesquisas no Pará. 
Ao todo entregamos mais de 400 produtos entre informes, boletins e notas técnicas nas áreas econômica, social e ambiental. Além de mais de duas dezenas de editais, ampliando o volume de recursos, para a descentralização da pesquisa, formação de capital humano (bolsas de IC, Mestrado e Doutorado), realização de eventos científicos e pesquisas na área da saúde nos hospitais públicos do estado. Neste período assinamos convênios com diversas IES (UFPA, IFPA, UFRA, UFOPA, Unifesspa, Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e UEPA) e realizamos inúmeras parcerias institucionais com instituições da sociedade civil (FIEPA, FECOMERCIO, FACIAPA, FAEPA, ACP, CME, Conjove, ACIA, Sindlojas e Sindicato dos Médicos), prefeituras e órgãos do governo do estado do Pará.
Saio por entender que o nosso país vive uma encruzilhada civilizatória e nós precisamos não só nos posicionar, mas sermos os sujeitos ativos da construção de uma nova trajetória de desenvolvimento de nossa sociedade, com ética, honestidade e probidade no trato com a coisa pública. Precisamos de uma nova geração de líderes que queiram servir a coisa pública, em vez de se servir da coisa pública, rumo à justiça social, geração de emprego e renda. 
Por tudo que debatemos ao longo desses anos, em especial no GEAC, não é possível pensar em uma trajetória virtuosa para o nosso estado se não viabilizarmos investimentos maciços em educação e ciência, tecnologia e inovação. Ao mesmo tempo em que é necessário apoiar e estimular o setor produtivo, por meio da consolidação de um ambiente mais favorável ao empreendedorismo, com foco nas startups, na verticalização e na diversificação da nossa base produtiva. Somo a isso a atenção necessária a nossa juventude e a saúde e a segurança pública, elementos basilares para o aumento da qualidade de vida em nosso estado. 
É por querer fazer a diferença em pontos como esses que tomei a difícil, porém necessária decisão de deixar a FAPESPA para iniciar a construção de uma pré-candidatura para deputado estadual. Uma candidatura que se propõe a ser trabalhada no seio do clamor por renovação e combate a corrupção. Iniciaremos a partir de agora um amplo processo de consultas , conversas, oitivas, com o objetivo de nos próximos três meses consolidarmos e refinarmos um projeto de um mandato que esteja efetivamente a serviço dos anseios da população, da academia e do setor produtivo de nosso estado. 
Não poderia deixar de agradecer a algumas pessoas especiais. Em primeiro lugar ao governador Simão Jatene, pelo convite, pela confiança depositada e por apostar em um jovem que em muitos momentos “ousou” quebrar paradigmas. Quero agradecer ao deputado federal Arnaldo Jordy pelo apoio sempre que necessário, pela parceria e confiança. Quero agradecer pelos meus pares dirigentes de órgãos, tanto da administração direta quanto indireta, confesso que me senti apoiado, estimulado e em algumas vezes “adotado” por vocês; o sucesso atribuído a FAPESPA em grande parte é de vocês que deram sempre o apoio necessário ao cumprimento das atividades e parcerias estabelecidas. 
Quero agradecer aos gestores de entidades parceiras que da mesma forma sempre deram todo o apoio e suporte necessário às atividades da Fundação, muitas vezes fundamentais para o alcance das ações planejadas (UFPA, IFPA, UFRA, UFOPA, Unifesspa, UEPA, Santa Casa, Hospital das Clínicas, Hophir Loyola, BACEN, FIEPA, FECOMERCIO, FACIAPA, FAEPA, ACP, CME, Conjove, ACIA e Sindlojas). Quero agradecer aos servidores da FAPESPA, tanto efetivos quanto comissionados, afinal vocês foram os verdadeiros protagonistas de tudo, sonhando juntos, se doando e realmente acreditamos que através de nossa missão institucional podemos contribuir para o desenvolvimento de nosso estado. Quero agradecer a comunidade acadêmica do estado, o nosso público focal, por participarem ativamente da construção de um novo modelo de gestão, descentralizado e participativo, as sugestões e críticas recebidas foram fundamentais para o aprimoramento de nossas atividades. Quero agradecer aos meus amigos pelas constantes e em muitas vezes generosas palavras de incentivos. Quero agradecer aos meus irmãos em Cristo pelas orações constantes e pela fundamental cobertura espiritual. Quero agradecer em especial a minha família, Carol, Nilza, Laura, Maria e Dudu, que sempre foram incentivadores e parceiros, entendendo sempre as viagens e ausências. 
A partir de hoje, como já disse, entramos em um novo ciclo, o da construção de uma pré-candidatura a deputado estadual, alicerçada na transparência, na probidade e na ética no trato com a coisa pública. 
Conclamamos a todos que estão indignados com o atual quadro político de nosso país e querem mudança a se somar nessa construção!


Professor Eduardo Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário